14 de fev de 2010

Esteganografia Digital




por George Felipe de Lima Dantas


em 14 de fevereiro de 2010, retomando de 27 de agosto de 2002




“Tentativa de Amor em Sonho”, de Aldus Manutius (1499), é um verdadeiro tratado de ciência e arte, contendo um antigo e famoso esteganograma: “Monge Francisco Colonna Ama Polia Apaixonadamente”. A frase resulta da justaposição da primeira letra do texto de cada um dos 38 capítulos da obra. O monge Colonna, que não deveria nutrir sentimentos de amor por uma mulher, ainda estava vivo quando o livro foi publicado...




Estegano, do grego “steganós”, significa “oculto” ou “misterioso”. Esteganografia é a escrita em cifra (código), com caracteres convencionais (letras e/ou números) ou especiais (símbolos), de textos ocultos tais quais o de Manutius sobre Colonna. Hoje ela passou a incluir a ocultação de mensagens em arquivos eletrônicos de som, imagem ou texto. Arquivos digitais, de maneira geral, possuem áreas não utilizadas, ocupáveis por informação adicional. A mensagem esteganografada só pode ser lida por quem saiba onde ela está e conheça o código para decifrá-la. Um texto esteganografado pode ser oculto, por exemplo, em um grafismo digital.



Uma importante aplicação moderna da esteganografia digital é como “marca d’água” ou mensagem oculta de direitos autorais, usada juntamente com uma “impressão digital” do produto, número de série ou conjunto de caracteres que autentica uma cópia legítima de um produto do gênero. A falta da “impressão digital” aponta violação de direito autoral e a ausência da “marca d’água” comprova o fato.



No dinâmico mundo digital, já existem programas (“softwares”) comerciais para que leigos possam esteganografar textos. Primeiro, o usuário disponibiliza uma imagem com um texto codificado em um “site”. Em seguida avisa os destinatários para que visitem o “site”. Através do mesmo aplicativo utilizado pelo autor, os destinatários decodificam o texto escondido na figura. O software não deixa marcas das operações realizadas, desabilitando temporariamente o histórico do navegador e apagando os dados do cache quando o programa é fechado.



A esteganografia digital desperta tamanho interesse que já é objeto de “workshops” internacionais sobre “ocultação de informação”. A comunidade interessada (empresas, governos e universidades) realizou seu quinto encontro anual em Noordwijkerhout, Holanda (de 7 a 9 de outubro de 2002). Nesse meio, é de interesse a ocultação da informação ou, ao reverso, como neutralizar essa possibilidade. Muito do desenvolvimento da esteganografia digital aconteceu em função da necessidade de proteção da propriedade intelectual. Outras áreas de aplicação são a comunicação anônima, comércio eletrônico, sigilo dos sistemas de computação, detecção de informação oculta, urnas eleitorais digitais, privacidade & ocultação de informação e cifragem & decifragem.



Como nota final, após essas considerações sobre a modernidade da ocultação de textos, é interessante apontar que uma das discussões mais acaloradas entre historiadores da esteganografia é acerca dos trabalhos de William Shakespeare (Século XVII) que, segundo alguns deles defendem, teriam sido realmente escritos por Francis Bacon, levando em conta esteganogramas deixados pelo próprio Shakespeare... -Será?!


A simples referência ao segredo parece dar largas ao poder de imaginação de alguns, sugerindo a magia, o mistério e o inacreditável. Assim Dito, E Urdindo, Simploriamente, Quase Um Esteganograma, Eu Utilizo Velho Ordenamento, Usando Esse Método Baseado Onde Rigorosamente Apareceu: na justaposição seqüencial das primeiras letras das palavras de um período...

Nenhum comentário: