24 de jan de 2010

Fidel quer que ONU e EUA expliquem presença de tropas no Haiti (?)









Fidel quer que ONU e EUA expliquem presença de tropas no Haiti -- 24 de janeiro de 2010 • 12h21 • atualizado às 12h30

George Felipe de Lima Dantas comenta:

Os haitianos precisam de toda a ajuda do mundo. Precisam da ajuda de soldados inclusive -- eles estão permanentemente mobilizados e prontos a atuar rapidamente, aos milhares inclusive, em missões humanitárias, como fizeram, fazem e continuarão fazendo os bravos militares brasileiros da MINUSTAH. Os socialistas acreditam que os camponeses, operários e soldados (em ordem alfabética...) são parte das "grandes obras". Ora, se soldados da maior nação capitalista do mundo estão no Haiti é porque foram chamados pelas autoridades haitianas para uma “grande obra humanitária”. Se eles são um problema para alguém, certamente não o são para os mais de 300 mil haitianos mortos e feridos no terremoto de dez dias atrás, tampouco para os que permanecem desabrigados e famintos sendo alimentados por tais soldados. É irrelevante, em uma hora como essa, para o Haiti, se a ajuda vem do Primeiro Mundo (capitalista), do Segundo (socialista) ou do Terceiro ou Quarto Mundo. Como sempre, uma PARTE DO MUNDO não enxerga o Haiti, mas apenas "o próprio umbigo". Que sejam muito bem-vindos ao Haiti todos os que lá forem e/ou estiverem para mitigar a imensa tragédia que se abateu sobre o povo haitiano. O sangue de brasileiros já foi lá derramado por aquele povo. Para o Brasil, portanto, não é hora de politizar o sangue do povo haitiano e dos nossos heróis. Chineses e norte-americanos estão atuando juntos no Haiti, gente com origem, portanto, nas maiores potências capitalista e socialista do mundo respectivamente. Buscam juntos por sobreviventes nos escombros de Porto Príncipe. Vida longa a esses homens e mulheres, da China, dos EUA e de todos os outros países, que colocam interesses maiores -- da humanidade -- no justo lugar e com o devido respeito a uma tragédia de enormes proporções, incluindo mortos e feridos do Haiti e de várias outras nações – DO BRASIL INCLUSIVE!!!

Nenhum comentário: