16 de ago de 2009

A origem e o significado do @
















por George Felipe de Lima Dantas










por George Felipe de Lima Dantas

O @ tem uma longa história de uso, já sendo utilizado desde mais de 500 anos atrás por comerciantes florentinos para registros de peso e volume de líquidos contidos em ânforas (vaso de cerâmica utilizado para guardar azeite, vinho, água, etc.).

Ainda que para muitos perdure a indefinição, o significado de @ é, e sempre foi, "em". Na Europa setentrional, o @ traduz o conceito de "ao preço unitário de". Na Alemanha é chamado Klammeraffe (macaco aranha) e na Dinamarca grisehale (rabo de porco).

Modernamente, o símbolo @ foi escolhido por Ray Tomilson, em 1972, para servir como separador nos endereços de correspondência eletrônica (e-mail). A primeira remessa de mensagem eletrônica aconteceu em 1972, tendo sido feita pelo próprio engenheiro Tomilson da empresa Bolt Bernanek and Newman (BBN), uma contratada da ARPA para construir a ARPANET (ancestral da Internet).

Tomilson é hoje conhecido pela decisão que tomou de usar o @ enquanto escrevia os programas de correspondência eletrônica. Ele precisava encontrar uma maneira de separar, no endereço eletrônico, o nome do usuário do indicador da máquina utilizada ('computador'...). Para tanto, necessitava de um símbolo que nunca fosse encontrado no nome do usuário. Ao Examinar o teclado que estava utilizando (teletipo modelo 33), Ray refletiu sobre o fato de que já existiam nele alguns poucos símbolos técnicos, de pontuação, além de letras e números. O símbolo @ era um deles, designando "em" na linguagem de teletipo, Tomilson imaginou-o como sendo o mais congruente com a idéia de separar o nome do usuário do indicativo da máquina de remessa da mensagem eletrônica.

Como em vários outros momentos da história das invenções, Ray, o 'inventor do uso do @' nas mensagens eletrônicas ou e-mails, não tinha idéia de que naquele momento estava criando um futuro ícone universal do mundo da comunicação digital.


Fontes das imagens:




Nenhum comentário: